domingo, 20 de junho de 2010

Jornada da alma

Peixes de vários tamanhos e cores, mas principalmente azuis, circulavam. Eram muitos. Eu os via passear sem exaltação, apesar de minha presença ali. Primeiro, deitada, depois sentada sobre uma mesa de escritório, onde havia também cadeiras de espaldar alto. Não estávamos dentro de um aquário. Tampouco em um lago ou mar. Imersos em meu sonho de águas tranquilas, respirávamos todos.

Nenhum comentário: