quarta-feira, 21 de janeiro de 2009


Ella Fitzgerald reverberava pela casa ao som de Time Alone Will Tell, presente de um amigo querido, enquanto à meia luz libertava o espírito e brindava à felicidade do reencontro da minha companhia.

Por um tempo a negligenciei. Tempo perdido.

Nenhum comentário: